The current Bet365 opening offer for new customers is market-leading bet365 mobile app You can get a free bet right now when you open an account.

"Chegou em boa hora", afirma professor do campo que recebeu notebook

"Chegou em boa hora", afirma professor do campo que recebeu notebook

Segunda-feira, 19 de abril de 2021 08h23
Ilmo Hirmffrit Stein conta que são muitos os desafios enfrentados pelos estudantes na zona rural e elogia força de vontade dos alunos
A entrega do notebook adquirido com recursos do Governo de Mato Grosso via Secretaria de Estado de Educação (Seduc-MT) foi bastante celebrada pelo professor Ilmo Hirmffrit Stein, de 62 anos, que leciona na zona rural. Ele dá aula na sala anexa da Escola Estadual Dom Franco Dalla Valle, em Aripuanã (1.002 km a noroeste de Cuiabá).
“Esse notebook chegou em boa hora, porque eu tenho um que não estava em bom estado. Essa ideia da secretaria foi brilhante porque a gente realmente estava precisando disso para trabalhar com os alunos. Vai me ajudar bastante como professor”, disse.
A sala anexa fica a cerca de 130 km da escola, na Comunidade Morena, e tem 42 alunos do Ensino Médio.
Ilmo tem 31 anos de trabalho na rede pública, sendo 13 anos pelo Estado. Ele conta que são muitos os desafios enfrentados pelos estudantes na zona rural, especialmente no momento atual, em que as atividades ocorrem de forma não presencial por causa da pandemia. Ele elogia a força de vontade dos alunos.
“A maioria mora em sítios, chácaras e fazendas. A cada 15 dias, o transporte escolar leva até esses estudantes que vivem mais longe o material apostilado e retorna com as atividades realizadas por eles. E os alunos estão retribuindo, retornando as atividades, procurando adquirir conhecimento mesmo dessa forma. É muito gratificante como professor”, relata.
O professor ressalta que essa vontade de aprender também já era percebida quando as aulas ocorriam de forma presencial, antes da pandemia.
“Tem aluno que mora a 30 km, 40 km de onde fica a sala anexa. Então, alguns ficam quase duas horas em estrada de chão, dentro de um ônibus, com poeira em tempos de seca e barro em tempos de chuva. É uma dificuldade, mas a gente vê, nesses momentos, a garra que esses alunos têm”, diz.
Ilmo lembra ainda que a fase atual em que a educação se encontra, com todas as dificuldades impostas pelo novo coronavírus, é muito desafiadora para os professores, mas que sente o trabalho valorizado quando os alunos fazem a parte deles.
“Temos que nos reinventar, repensar, nos estruturarmos da melhor maneira possível para que o aluno possa ser atendido. Mas é muito gratificante para o professor ver os estudantes retornando as atividades”, diz.
Recursos para notebooks
A Seduc-MT vai beneficiar os professores efetivos e temporários em sala de aula com R$ 6.020. São cerca de 18 mil profissionais. Do valor total, R$ 3.500 já foram depositados na conta dos servidores para compra de computadores portáteis. O restante será pago em 36 parcelas de R$ 70 para custear pacotes de internet.
Carolina Holland/Seduc-MT/Foto:Arquivo pessoal